Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belinha na Alemanha

Divagações sobre os disparates da vida e sobre essa cultura alemã que já não é totalmente um bicho de sete cabeças

Belinha na Alemanha

Divagações sobre os disparates da vida e sobre essa cultura alemã que já não é totalmente um bicho de sete cabeças

14.Dez.17

O melhor de 2017 - Amar pelos Dois, claro!

O melhor que ouvi em 2017 foi a canção Amar pelos dois de Salvador e Luísa Sobral. Muitos juízos foram feitos sobre esta dupla e sobre a respectiva canção. Uns muito criticaram e só faltariam pedras para lançar, que música horrível para um festival, eu fazia parte dos outros que estavam a favor, que para além da singela honestidade da letra da música esta canção fez a meu ver mover Portugal inteiro. Fez-me ver o festival da canção outra vez do princípio ao fim, torci pelo Salvador e pela irmã, acreditei que podíamos ganhar e sendo imigrante eu votei. Oh e o recibo de conta é a minha prova! 

 

No meu grupo de família de Hamburg todos falávamos o mesmo, vamos votar não se esqueçam, e quando ganhamos foi um peito cheio de felicidade foi como ganhar o europeu com aquele inesperado pontapé do Éder. Todos sentimos o mesmo, mais orgulho em sermos portugueses, Portugal estava mais perto de nós, por momentos mesmo que fugaz sentimos-nos em casa. 

 

Por isso e por tudo mais Amar pelos Dois é a minha canção eleita para 2017, esperem não vos quero enganar, temo que seja para sempre uma das minhas canções preferidas, pensar nela traz-me memórias quentes de casa, um dos melhores momentos que vivi na Alemanha e justiça seja lhe feita é um poema lindo de amor. 

 

 

PS:. Melhor esfrega orgulho e sensação de sempre andar pelo serviço repleto de alemães após a vitória do euro 2016 e do festival da canção 2017. Ia tendo uma overdose de êxtase. E não foi só eu. 

 

3 comentários

Comentar post